terça-feira, 20 de maio de 2008

Solidão...


Vivemos em um mundo cada vez mais indivudual. É incrível, mas a tecnologia que deveria servir para aproximar as pessoas - e aí estão os e-mails, internet, chats e outras coisitas más - é a mesma que torna as pessoas mais fechadas em si mesmas. Medo, pavor de nos relacionarmos, estamos seguros atrás da tela do computador.
Estou muito triste com isso tudo, quero o mundo antigo de volta. O mundo em que as pessoas precisavam sair de casa para viverem, o mundo em que as pessoas conversavam e se conheciam, e estabeleciam relações. De amizade, profissional e principalmente de amor. Quero poder conhecer novamente o amor, o amor de alguém, incondicional. Que não tenha medo de se relacionar, que não queira aprender a viver sozinha, entre livros e músicas. Que seu animal de estimação não resuma sua companhia. Que viva, saia, ame, sem medo de se machucar.
Que namore. Mas à moda antiga e não pelo mundo virtual. Que dê a mão, que abrace, que passeie junto, que beije e faça cafuné. Real. Sensações reais.
E que se for para ficar sozinho. Que seja a solidão real. Aquela que a qualquer momento, em uma esquina do mundo real possa ir embora com o soprar do vento; que não é possível sentir pelo computador; somente para aqueles que vivem em um mundo real.

2 comentários:

Suellen Pereira Rodrigues disse...

Não sei o que está melhor, se é a foto ou o texto.
Mais uma vez - com o meu bom gosto - concordo com você.

Luciano S. Santos disse...

Thank you Miss Suellen...